Menu


Social

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Artigo | Live Actions - O que você acha?





Não sei quanto a vocês, mas quando anunciam uma adaptação Live Action de algum anime ou game que eu gosto eu fico com medo.

Medo de me decepcionar e  medo de que a adaptação seja tão ruim que afaste os possíveis novos fãs.

Durante um tempo, os live actions foram moda e esta tendência parece estar retornando. Pudemos observar uma grata surpresa que foi o filme Assassin's Creed, baseado no jogo da Ubisoft. Recentemente tivemos a Bela e a Fera, também em Live Action, feito com cuidado e mantendo os elementos principais do desenho de sucesso.

Resultado: Ambos foram razoavelmente bem recebidos pela crítica.

Mas não há como negar que a grande maioria das adaptações foram pífias. Dragon Ball Evolution, Resident Evil (apesar de ter uma boa recepção por parte de algumas pessoas), Quarteto Fantástico (nenhum filme salva), entre tantos outros.

Agora temos uma nova onda. Sem contar os trocentos filmes de heróis, alguns bem questionáveis (cof cof, Batman vs Superman), estamos vendo surgir outras adaptações de contos infantis e animes.

A Bela e a Fera foi bem feito, mas já foi anunciado O Rei Leão e Aladdin. Fico com medo de que estejam fazendo isso tentando aproveitar a onda deixada pelo primeiro. E é aí que mora o perigo, pois o filme acaba sendo feito de qualquer jeito e sai uma grande porcaria.

Óbvio que com boas adaptações, o famoso Hype aumenta e com isso a decepção se torna maior quando uma adaptação é mal feita.

Também está para estrear o filme produzido pela Netflix baseado no anime Death Note. O anime é simplesmente fantástico e a Netflix não costuma errar, mesmo assim fico com medo. Pelo que pudemos perceber pelo trailer, parece uma adaptação, mas com uma história original, a exemplo do que fez Assassin's Creed, e essa parece ser uma boa fórmula.

Aliás, é essa a forma que os filmes de super heróis vem seguindo. Utilizam alguns elementos dos quadrinhos mas escrevem uma história original. Os mais puristas discordam. Quanto a mim, se for bem feito, está valendo.

E no fim das contas é isso que importa: Que seja bem feito!

Que seja pensado nos fãs, no público em geral. E que não seja um mero caça-níquel.

E você, o que acha dos live actions produzidos e dos que estão em produção?

Deixe seu comentário!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Recentes