Menu


Social

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Série | American Gods - S01E07


Episódio de ligação, mas não foi muito legal dessa vez



Realmente no episódio dessa semana não entendi o motivo de colocarem um episódio de ligação. Digo isto porque trata-se do penúltimo episódio da temporada e era de se esperar que tivesse maior relação com o final do que com a necessidade de contar as origens. Mas já explico o motivo da crítica.

S01E07 - Prayer for Mad Sweeney

Data de lançamento: 11/06 (EUA) / 12/06 (Brasil)
Exibido por: STARZ (EUA) / Amazon Prime (Brasil)

 Por que eu não gostei desse episódio?

Vejam bem, foi um episódio muito bem feito e bem produzido que arranja de forma impecável uma forma de contar as origens de um personagem e sua ligação com toda a trama apresentada até agora. Mas fazer isso nesta altura do campeonato foi ruim, na minha opinião.

Com a previsão da primeira temporada ter 8 episódios, imaginava que o penúltimo deveria ter mais ligação com o final do enredo do que para as origens. Está tudo muito embolado ainda, mas agora não irei me surpreender se a season finale for obscuro e cheio de pontas soltas.

Neste episódio vimos as origens do Leprechaun Mad Sweeney e sua possível ligação com Laura Moon.


Tudo começa com Anubis e Ibis em seu trabalho de cuidar dos mortos numa espécie de agência funerária. Ibis, porém, é o escritor dos contos que narram a chegada dos deuses antigos a América, como já dissemos anteriormente.

Então ele passa a narrar a história de Essie McGowan, uma jovem irlandesa que acredita fielmente nas histórias narradas por sua avó, que contavam sobre fadas, deuses e leprechauns.

Ela é interpretada por Emily Browning, a mesma que interpreta Laura Moon, mas não fica claro a real ligação das duas. É possível que Laura seja descendente de Essie, mas não é dito isso de forma direta. As duas compartilham de uma personalidade parecida, já que Essie também era ambiciosa e não media esforços para conseguir o que queria.

Culpada de um crime que não cometeu, ela é enviada para a América ao invés de morrer na forca. Carregando suas crenças através da viagem e em sua nova vida, Essie traz toda a bagagem religiosa que acaba por revelar como a origem de Mad Sweeney no novo continente.

Seja contando estas histórias para outras crianças ou executando seus rituais que incluíam deixar pão e leite para o leprechaun, Essie prospera, perde e depois acaba casando com um homem de posses justamente quando servia a ele como empregada.

Tudo isso serve para mostrar a origem de Mad e sua personalidade bem mais calma do que o Mad atual, quando ele ainda possuía pessoas que acreditavam nele. Como eu disse, não dá pra saber a real ligação das duas, mas se for só a aparência, fica curioso ver que Mad, ao se envolver no acidente que matou Laura a pedido de Wednesday - como é revelado neste episódio - não o faz de bom grado.

Ainda não sabemos o real motivo da morte e Laura. Odin parece ter usado ela como sacrifício ou então como motivo para se encontrar com Shadow, mas já ficou claro que não estava nos planos dele que ela voltasse a vida.

E ainda mais, como vimos neste episódio, Mad e Laura novamente se envolvem num acidente, culminando com a nova morte de Laura, uma vez que a moeda de Mad cai de seu corpo. E num ato de bondade do leprechaun, ele a coloca no corpo da mulher, ressuscitando ela novamente.

Como eu disse, um episódio sem grandes revelações, a não ser pela revelação do envolvimento de Mad com a morte de Larua, mas fraco para um penúltimo episódio de temporada.

Vejamos como irá terminar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Recentes